Seguro Desemprego 2018: Regras, Valor, Agendamento

Seguro Desemprego 2018 é um dos principais auxílio temporários disponibilizado pelo Governo Federal aos trabalhadores que perderam seu emprego formal. Caso você esteja nessa situação de desemprego, confira as informações sobre as novas regras, valores e como ter acesso ao seu abono Seguro Desemprego 2018.

Seguro Desemprego 2018

Seguro Desemprego 2018

Com o cenário econômico negativo do jeito que anda, o benefício do Seguro Desemprego 2018 é de extrema importância, pois serve como uma segurança financeira enquanto o cidadão não consegue se restabelecer o seu nível profissional novamente.

Entenda como funciona o Seguro Desemprego 2018

O Seguro Desemprego 2018 é um dos benefícios oferecidos a classe trabalhadora que vem sendo de grande valia, principalmente por conta da situação de instabilidade financeira estabelecida no país.

E embora previsto na constituição desde o ano de 1946, o direito ao seguro desemprego só entrou em vigor em 1986 pela responsabilidade do então presidente da república José Sarney.

Posteriormente esse benefício passou a integrar o Programa do Seguro Desemprego e nos últimos tempos, o programa passou por alterações com o intuito de  promover mais justiça e auxiliar realmente quem precisa. Por isso, algumas modificações foram realizadas e os valores das parcelas também sofreram alterações.

É importante lembrar que esse benefício do Seguro Desemprego 2018 é somente válido para os trabalhadores que tenham sido demitidos sem justa causa.

E caso você tenha solicitado a sua demissão, também não terá acesso ao Abono salarial 2018!

 


Quem tem direito ao Seguro Desemprego 2018?

Desde a sua edição no ano de 2015, o  Governo Federal realizou algumas mudanças no seguro desemprego, importando novas regras com o intuito de “cortar” algumas despesas e aumentar a arrecadação!

Confira agora quais são as regras para acessar o seguro:

  • O trabalhador deverá exercer a atividade remunerada por 12 meses no mínimo, para solicitar o primeiro seguro;
  • Caso ele esteja solicitando pela segunda vez, deverá trabalhar no mínimo por 9 meses;
  • Se for solicitar pela terceira vez, precisará ter trabalhado por 6 meses.

 

Atenção: Da sua quarta solicitação em diante, é necessária a  comprovação de 6 meses de trabalho com carteira assinada, ficando a partir daí semelhante à regra anterior do Seguro Desemprego 2018.

Por outro lado, nem todos os trabalhadores que ficaram desamparados poderão solicitar o benefício, antes o interessado deverá preencher alguns critérios do Governo Federal:

  • Ter sido demitido sem justa causa;
  • Ter tido o tempo mínimo de carteira assinada necessário para a solicitação;
  • Não ser sócio ou ter participação nos lucros terceiros da empresa;
  •  Precisa de um intervalo de 16 meses entre a solicitação de um seguro desemprego e outro;
  • Em relação aos trabalhadores rurais, precisam ter tido 15 meses trabalhados com carteira assinada nos últimos 2 anos.

Cálculo e Tabela do Seguro Desemprego 2018

O valor das parcelas do Seguro Desemprego levam uma série de fatos em consideração, ou seja, nem todos os trabalhadores receberão a mesma quantia.

Informações como:

  • O valor dos 3 últimos salários do trabalhador;
  • A quantidade de meses trabalhados antes do requerimento do benefício;
  • Se o trabalhador teve ou não acesso ao seguro nos últimos 36 meses.

Fazem diferença na hora do cálculo do Seguro.

Lembre-se: O trabalhador que estiver sendo beneficiário do Seguro Desemprego 2018 não perderá o abono salarial (PIS), contanto que o cidadão esteja devidamente por dentro das regras definidas pelo Ministério do Trabalho e Caixa Econômica Federal.   

Como ainda não foi divulgada o calendário Seguro Desemprego 2018, por isso confira a do ano de 2017 e a tome como base:

Atenção: O valor total do seguro desemprego é reajustado uma vez ao ano, de acordo com o salário mínimo federal e leva em consideração também o valor da média dos últimos 3 meses da renda do trabalhador!


Agendamento do Seguro Desemprego 2018 pela Internet

Uma das novidades é que em algumas cidades são obrigatórias a realização de um agendamento prévio do Seguro Desemprego 2018, afim de evitar tumultos e otimizar o atendimento. 

→ Para realizar o seu agendamento clique aqui!

  • Selecione o seu Estado;
  • Município;
  • Tipo de atendimento, no caso escolha a modalidade “seguro desemprego”;
  • Digite o código de segurança;
  • Clique em “Prosseguir”.

Ao abrir uma nova janela no seu computador, verifique as informações e clique em “Ações”.

  • Clique na data desejada ilustrada no calendário;
  • Escolha o melhor horário para você.

Em seguida preencha os seguintes campos solicitados:

  • CPF;
  • Data de Nascimento;
  • Telefone para contato;
  • Código de segurança;
  • Clique em “Agendar”.

Consulta Saldo Seguro Desemprego 2018

Para consultar o saldo do seu auxílio é necessário que ter em mãos a sua carteira de trabalho ou o cartão cidadão em mãos!

Confira o passo a passo para realizar sua consulta:

  • Acesse o Portal Caixa Cidadão;
  • Insira o seu número do PIS, impresso no cartão cidadão ou CTPS;
  • Digite a senha ou cadastre uma nova, no botão “cadastrar Senha”;
  • Após digitar o número do PIS e a senha, clique em “OK”;
  • Na página que abre, clique na guia “Seguro Desemprego”;
  • Basta consultar o valor das parcelas e datas de pagamento.


Como receber o Seguro Desemprego 2018?

Se teve o seu pedido foi aprovado e todos os seus documentos liberados você só irá precisar do seu cartão cidadão e um documento oficial com foto para sacar seu benefício em qualquer ponto de atendimento de sua preferência, confira quais são:

  • Agências da Caixa Econômica Federal;
  • Caixa eletrônico da Caixa;
  • Lotéricas – preferencialmente levar um documento com foto;
  • Postos de atendimento Caixa Aqui.

Continua com alguma dúvida relacionado ao Seguro Desemprego 2018? Deixe um comentário que iremos solucioná-lo ou ligue para o atendimento Caixa.

Ligue para  → 0800 726 0101!

 

Seguro Desemprego 2018: Regras, Valor, Agendamento
1 votos. Average 5 out of 5

ADICIONAR COMENTÁRIO